27 agosto 2013

27 agosto 2013

Deixa pra lá

Você sabe que eu não funciono durante o dia, então acabei tirando a noite para organizar minha vida. Eu quero mudanças. Nem preciso do novo, eu só preciso mudar o que já está aqui. O que me faz mal. Quero transformar o ruim em coisas boas e acabei percebendo que preciso me livrar de você.


Estava revirando a primeira gaveta da cômoda e encontrei a sua camiseta favorita. Vesti e acendi um incenso. Primeiro, porque sou dramática e, segundo, estava louca para me sentir numa cena de filme. Uma que mostrasse a personagem principal se desapegando de tudo, que mostrasse o exato momento em que ela supera o que a impedia de seguir em frente.

Confesso que a maior parte dos mimos que guardava, joguei fora depois da nossa primeira briga. Guardei aquela embalagem de Ferrero Rocher da noite do nosso primeiro beijo por meses até perceber que não tinha catorze anos pra ficar colecionando esse tipo de coisa. Guardei o pedaço de sulfite em que você anotou seu número até que um dia ele foi pro lixo sem eu nem perceber. A maior parte das roupas que você achava que caiam bem em mim, eu coloquei numa sacola e doei. Já estavam um pouco velhas e o guarda-roupa implorava por espaço. Ainda assim, tem uma coisinha ou outra no fundo de cada gaveta que me leva de volta ao tempo em que nós éramos bons. E me faz lembrar que não somos mais.

Sentei no meio do quarto, amarrando a sacolinha de mercado na qual joguei o que restava de nós e senti que faltava uma trilha sonora. Sempre tenho a playlist certa pra tocar nessas horas, fucei no celular e encontrei uma com o seu nome e oito músicas. Acho que mal ouvi três e caí no sono. Ali mesmo, no meio do quarto, no chão gelado, com a luz acesa, o celular com 12% de bateria e sem nem perceber que estava tão cansada quanto devia estar.

Quando acordei, não olhei as horas, mas conheço essa claridade das 7 da matina. Fiz tudo o que é de praxe, só deixei meu banho pra mais tarde. Coloquei a sacolinha lá fora e voltei. Sentei na cama, me senti dolorida, suspirei e encarei o espelho na penteadeira. Sua camiseta favorita. Me sufocou um pouco, mas fui expirando devagar pela boca e sorri. Ri. De mim, de você, do passado e do presente. Ainda não entendo como certos momentos parecem durar uma eternidade e alguns anos parecem voar. Mas o que eu estou dizendo?! Eu não funciono bem durante o dia. 

Sei que ameacei me livrar de todas as nossas memórias, mas, ah, é só uma camiseta. Que ainda cai bem em mim, que me impede de te tirar totalmente da minha vida, mas me lembra que não devo te ter nela. A gente tem essa mania de guardar souvenirs e alivia se livrar deles. Mas meu objetivo era me livrar só de você. Isso aqui é só um pedaço de pano. Não incomoda.




24 comentários:

Cecilia em 27/8/13 disse...

Adorei muito o texto! parabéns

Mayara Sousa em 27/8/13 disse...

@Cecilia Brigada, flor <3

Juliana Félix em 27/8/13 disse...

Gostei do texto, voce é bem criativa,te convido a me seguir,ja estou te seguindo tambpem. http://cantinhodajulifelixs.blogspot.com.br

Mari Guimarães em 27/8/13 disse...

ahh Mayara! Você é demais! Amo seus textos, e apesar de não comentar muuuuito, tô sempre lendo e amando! *-*
Beijos!
www.meninatecontei.com

Mayara Sousa em 27/8/13 disse...

@Juliana Félix Brigada, flor! Vou visitar sim!

Mayara Sousa em 27/8/13 disse...

@Mari Guimarães Lindaaa <3 brigada, Mari!!

Andy Lima em 27/8/13 disse...

Ótimo texto, eu sou dessas que guarda tudo, não consigo me desfazer nem quando acaba, porque acho que as lembranças são necessárias, saber seguir em frente é necessário!


Estandy Books - A Estante Da Andy

suuh em 27/8/13 disse...

lindo texto, amei!

champagne supernova

Mayara Sousa em 27/8/13 disse...

@Andy Lima Eu sou apegada tb, mas ultimamente a memória já tem sido o suficiente rs.

Mayara Sousa em 27/8/13 disse...

@suuh <3

Maria Clara Gonçalves em 27/8/13 disse...

APAIXONADA por seu blog Mayara.
Perfeito, parabéns :]
Conheça o meu: www.ancoranabolsa.com

Mayara Sousa em 27/8/13 disse...

@Maria Clara Gonçalves Linda <3 brigada!! Vou visitar sim!!

Maria Silvana Santana em 27/8/13 disse...

Olá, primeira vez aqui e seguindo.
Gostei bastante do teu texto, escreveu muito bem e transmitiu teu estado *.*
se passar por meu blog, deixa teu link que estarei vindo aqui, apesar do meu ser literário, gosto de moda e maquiagem.
Beliscões carinhosos da Máh-
Cantinho da Máh
@Maaria_Silvana

Mayara Sousa em 27/8/13 disse...

@Maria Silvana Santana Ô, Má! Brigada, mesmo!

Rebeka M. em 27/8/13 disse...

Ameiiiiii o texto,muito perfeito *-*
http://oque-fazer.blogspot.com.br/

Mayara Sousa em 27/8/13 disse...

@Rebeka M. Brigada <3

Bia Bim Botelho em 27/8/13 disse...

Adorei! Muito bom! Adorei o layout novo, May!
Tem post novo lá no blog! Beijao
www.aiiquelindo.com

Mayara Sousa em 27/8/13 disse...

@Bia Bim Botelho Brigada, Bia <3 vou lá ver!

Ive G. em 28/8/13 disse...

Adorei o seu texto flor, escreve muito bem :D

Beijos :*
www.iveguedes.com

Marcela Miranda em 28/8/13 disse...

Amando o texto, me identifiquei muito com ele.
Beijos e seguindo ♡

Dearitgirl.blogspot.com.br

Mayara Sousa em 28/8/13 disse...

@Marcela Miranda Brigada <3

Mayara Sousa em 28/8/13 disse...

@Ive G. Obrigada, Ive :D

Gabriela Ti em 2/9/13 disse...

Mayara *-* Que texto lindo! "Ainda não entendo como certos momentos parecem durar uma eternidade e alguns anos parecem voar." Exatamente isso! Parabéns, vc escrever mto :*
bjos, Gabi

Mayara Sousa em 2/9/13 disse...

@Gabriela Ti Obrigada, Gabi! <3

Postar um comentário

 

Design e programação por Mayara Sousa.