25 novembro 2013

25 novembro 2013

Saiba que te amo

Foto por http://www.flickr.com/photos/la-birdie/


Eu nunca te contei que não atendi sua última ligação porque, bem... eu não quis. Quando seu nome apareceu na tela, senti borboletas no estômago e uma tontura esquisita e minha temperatura caiu. Tudo isso em menos de 10 segundos. Abaixei o volume do toque e deixei o celular no chão, vibrando. Fiquei sentada na cama até aqueles efeitos estranhos passarem e depois até ri de mim. Eu, tão acostumada com os seus telefonemas e finais de semana na sua casa, estava fugindo por ter sentido meras borboletas no estômago.

Hoje, parece muito pouco, mas preciso de noites como esta pra lembrar como eu fiquei apavorada com o pensamento de estar sentindo tudo aquilo por um só motivo: estar gostando de alguém de novo.

Eu nunca te contei, mas nos nossos últimos encontros eu comecei a pensar que talvez os finais de semana poderiam ser mais longos. Sabe? Talvez pra sempre. O problema é que eu tive todos aqueles problemas insanos com o cara que hoje detesto. Ele foi o amor mais intenso que já senti, mas intenso nem sempre quer dizer bom. Foi terrível. Eu insistia a cada erro que ele cometia, pensando que ele poderia mudar, mas ele só mudava pra pior. Parecia que queria que eu me afastasse de vez e não era homem o bastante pra simplesmente dizer que queria terminar.

Hoje, eu já lido diferente com os sentimentos que ele me fez descobrir. Eles só vêm à tona quando alguém cutuca. Juro que eu nunca faço isso, mas nem todo mundo sabe da nossa história e alguém sempre pergunta como vão as coisas entre nós. Quando isso acontece, costumo me encolher na cama, me cobrir com todos os edredons que encontro pela casa e fico lá, até alguma coisa me fazer querer viver. Como ter lembrado de você hoje fez.

Eu nunca te contei que 2012 foi o pior ano da minha vida (apesar de achar que você notou), mas você e meus bons amigos me salvaram. Meus amigos, por aguentarem as bebedeiras, choradeiras e reclamações. Você, pelos filmes sem sentido na sexta à noite e o miojo sem tempero que me fez perceber que, juntos, morreríamos de fome ou comeríamos comida pronta todas as noites. Mesmo estando melhor hoje, sinto saudade daquela época porque sua cama sempre foi mais confortável que a minha e eu gostava da sensação de passear no shopping de mãos dadas com alguém.

Hoje, vejo que nunca senti amor daquela forma. Recíproco. Mas eu ainda não sabia a diferença entre amor, paixão, atração e todas essas coisas que nos confundem e nos fazem fugir do que é de verdade. Mesmo quando você disse que eu estava linda às 7 da manhã, sem pentear o cabelo ou lavar o rosto. Eu não percebia que aquilo era amor.

Eu nunca te contei, mas morria de medo de cair nas graças de alguém de novo, porque eu já havia sofrido muito. Eu tenho essa mania de me entregar de olhos fechados e fiz isso mais de uma vez. Permiti que me segurassem com as duas mãos e me deixaram cair. Poderia ser fatal se eu caísse de novo.

Hoje, dói muito mais não ter dado mais uma chance a mim mesma e a alguém que já havia provado que merecia, muito mais que os outros. Mas pode ser que ainda haja tempo, que nunca seja realmente tarde para o amor. Até porque, naquela época, era cedo demais.

Eu nunca te contei que tenho uma intuição muito boa pra certas coisas. E algo me diz que hoje vamos conseguir fazer a coisa certa.




7 comentários:

Nequéren Reis em 25/11/13 disse...

Olá!!!, Deus seja contigo, tenha uma semana abençoado,
amiga texto maravilhoso SUCESSO AMIGA.
Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
Canal de youtube: http://www.youtube.com/NekitaReis

Fil Rosa em 25/11/13 disse...

Lindo texto flor.

Beijos,
Filrosa.blogspot.com

Alexia Cavalcante em 25/11/13 disse...

Adorei, as palavras que você usa são divinas.

Uma ótima semana pra você!
Papo de Meninas
Sorteio

Sande Aguiar em 25/11/13 disse...

Ounnn...que lindo *-*
Adoreii seu blog, já esta na minha lista rsrs

Beijos
www.sandeaguiar.blogspot.com.br

Thayse Alves em 25/11/13 disse...

Senti borboletas no estômago, lindo seu texto, ai Deus acho que estou apaixonada, me fez chorar, amei cada linda, cada expressão

Beijos!

www.thayseallves.blogspot.com.br

Daniela Pereira em 25/11/13 disse...

May, perfeito, assim como todos os seus textos! Uns dos meus favoritos, sério (se não O favorito <3). Então, te marquei pra fazer uma tag lá no meu blog, ficaria muito honrada se você respondesse (não sei se você responde ou não, então...)
http://daniperere.blogspot.com.br/

Joaninha Musical em 25/11/13 disse...

Lindo texto,super adorei o que foi escrito,bastante sentimento aqui demonstrado!! Feliz terça-feira e muito boa semana!!

Postar um comentário

 

Design e programação por Mayara Sousa.