11 dezembro 2013

11 dezembro 2013

Apartamento 191

Foto por http://www.flickr.com/photos/alvinshubert/
Fui conhecer nosso apartamento hoje. Bem, não sei como ou quando ele será nosso, só espero que um dia seja. A vista do parque engana: não é só um por andar, viu? São dois, mas é espaçoso. Aliás, tem bem mais espaço do que precisamos. Medi os cômodos e caminhei lentamente por cada um deles. O corretor parecia desconfiado. Provavelmente percebeu que eu mal tenho grana pra bancar o mercado do mês. Não me importei muito. Enquanto ele esperava no corredor, minha mente decorou cada ambiente. Não me faltou inspiração. E eu até consegui te ver todo largado no sofá escuro que escolhi pra sala, assistindo ao jogo com uma cerveja na mão.

Sei que você não faz ideia de como é por dentro dele - não quis te chamar pra não parecer tão louca -, mas acho que vai gostar das ideias que tive pra varanda gourmet. Vamos usar só no comecinho da vida a dois, na empolgação do momento, mas depois vai servir como um cantinho especial quando um de nós precisar descansar olhando pra cidade.

Ah, não te falei, né? O apartamento que eu vi fica no 19º andar. O mais alto que consegui. Gosto de altura. Se algum dia a luz acabar e nós estivermos lá em cima, esperaremos. Deitados na rede que vou colocar na sacada do quarto ou na bagunça de cobertas que podemos fazer no meio da sala. Opções não vão faltar. Podemos abrir uma cerveja e compartilhar coisas que ainda não contamos um ao outro.

Queria te contar que hoje foi a primeira vez que senti que é pra valer. Não nós, não esse relacionamento, mas minha vontade de estar ao lado de alguém. Ouvi uma amiga dizer que isso é muito raro. Eu achava que amores assim nem existiam mais. Sorri enquanto olhava pela janela do quarto dos fundos, que eu pretendo transformar em escritório, se você não se importar. Percebi que o corretor estava logo atrás e disfarcei. "Que vista linda, né?". Ele concordou. Mal sabe ele que não era lá de fora que eu estava falando.

Inspirei e expirei bem devagar, como se fossemos nos mudar no dia seguinte e aquele fosse um grande passo na nossa vida. Eu consegui te imaginar na porta, falando que eu trabalho demais, me pedindo pra deitar mais cedo. Me vi na cozinha, reclamando que você não ajuda com a louça enquanto ria da minha cara de brava. Vi o canto da sala enfeitado para o Natal e os amigos chegando para o nosso amigo secreto de fim de ano. Eu consegui, finalmente, me ver com alguém e mesmo que aquele apartamento - ou qualquer outro - nunca seja nosso, sorri mais uma vez e repeti: "Que vista linda!"



12 comentários:

Ana Carolina Costa em 11/12/13 disse...

Que texto mais lindo, adoreei!

Beijoos,Ana Carolina.
http://simplesglamour.blogspot.com
Instagram e Twitter: @simplesglamour

isabela sousa em 11/12/13 disse...

Meu Deus, que vista linda!
http://espacoparafeminices.blogspot.com.br/

Monique Benevides em 11/12/13 disse...

Que texto lindo, e a foto diz muito sobre esse texto né? É tão bom a gente descobrir esse tipo de sentimento, que imaginamos não existir mais em canto algum não é verdade? É reconfortante e aconchegante.

http://leitecombiscotos.blogspot.com.br/

Ray Neon em 11/12/13 disse...

posso me casar com esse texto?

Esta rolando um sorteio de natal com várias roupas legais lá no blog.
Venha Participar!
http://www.rayneon.com.br/

Mayara em 11/12/13 disse...

@Ray Neon Permitido! Haha

Mayara em 11/12/13 disse...

@Monique Benevides É verdade, Monique <3

Alexia Cavalcante em 11/12/13 disse...

Texto lindoo!!

Papo de Meninas

Traduzindo Sonhos em 11/12/13 disse...

Oii May, que lindo seu texto, chorei aqui!!! <3
lindoooooo!!!
Tem sorteio lá no blog, vem participar?
http://traduzindo-sonhos.blogspot.com.br/2013/12/sorteio-especial-de-natal-layout.html
Beijoos!!

Leslie L. em 11/12/13 disse...

Muito perfeito o seu texto. Me identifiquei, eu me apaixonei de vdd poucas vezes, duas apenas pra falar a vdd, e eu estava pensando o que me faz ter certeza que eu gosto de alguém, e eu cheguei a conclusão que é quando surge essa vtd de finalmente estar do lado de alguém ou de ficar imaginando coisas corriqueiras da vida ao lado da pessoa igual a personagem do seu texto *-*

http://apenasleiteepimenta.blogspot.com.br/

Daniela Pereira em 11/12/13 disse...

"Não nós, não esse relacionamento, mas minha vontade de estar ao lado de alguém. Ouvi uma amiga dizer que isso é muito raro." </3
http://daniperere.blogspot.com/

Isadora Mello em 12/12/13 disse...

Lindo é esse texto, May! Sua escrita é perfeita. <3 Me apaixono por cada texto seu.

Mayara em 12/12/13 disse...

@Isadora Mello É tão bom ler esse tipo de comentário <3 MUITO obrigada!

Postar um comentário

 

Design e programação por Mayara Sousa.